Sua organização entende a importância da constante atualização profissional? Sua empresa investe em educação corporativa, treinamentos e cursos para o desenvolvimento da equipe? Chegou a hora de planejar e criar o seu treinamento corporativo!

Os esforços destinados à capacitação dos funcionários podem até consumir tempo e recursos, mas garantem o sucesso da equipe no que se refere à capacidade produtiva, inovação e, inclusive, motivação dos profissionais.

De fato, há outras variáveis que influenciam no rendimento dos colaboradores, tais como um ambiente de trabalho saudável e salários de acordo com o que se exige cada função. Mesmo assim, nada substitui a capacitação necessária para desenvolver quaisquer atividades de forma fluida e funcional.

Nessa leitura você vai aprender a planejar e criar o seu treinamento corporativo em 6 etapas, vem com a Atmo!

  1. DIAGNÓSTICO
  2. NECESSIDADES ATUAIS OU FUTURAS?
  3. PLANO DE TREINAMENTO
  4. EXECUÇÃO
  5. FERRAMENTA CORRETA
  6. FECHAMENTO

 

Antes de tudo, vamos ressaltar a relevância de uma comunicação corporativa  clara e objetiva. Também é importante entender que a capacidade de resolver problemas rapidamente e com qualidade é um grande diferencial, além de otimizar processos. Ou seja, contar com uma equipe bem treinada faz com que existam maiores retornos, com menos esforços e, consequentemente, com maior lucro. Para que isso possa acontecer, é fundamental investir em treinamento e desenvolvimento corporativo.
Agora sim, vamos aprender a planejar e criar o seu treinamento corporativo?

 

  • DIAGNÓSTICO

Em primeiro lugar é fundamental decidir qual o principal objetivo dessa capacitação. Será feita no sentido de aprimorar conhecimentos específicos? É para aplicar mudanças mais generalizadas? Ou seria mudança de cargo, por exemplo?
Antes mesmo de começar a pensar no treinamento corporativo na prática, é preciso identificar as necessidades atuais da empresa. Além do objetivo principal, nessa primeira etapa também é necessário pontuar:

  • quais são os cursos necessários?
  • quem deve participar?
  • qual o valor do treinamento para a equipe?

Após o levantamento dessas questões, para que se possa bolar um plano eficiente e de acordo com os objetivos da companhia, é necessário criar o Levantamento das Necessidades de Treinamento.

 

  • NECESSIDADES ATUAIS OU FUTURAS?

Nessa etapa é fundamental decidir se as questões a levar em consideração têm a ver com necessidades passadas ou futuras. Quando falamos do que ainda está por vir, podemos citar uma eventual expansão do empreendimento, contratação de novo pessoa, implementação de novos softwares, ou etc. Ou seja, tudo que está pensado para o futuro.

Quando olhamos para trás, consideramos os problemas crônicos ou pontuais que tiveram lugar na empresa anteriormente. Ruídos na comunicação interna, queixas de clientes, desperdício, produtividade deficiente etc. Ou seja, aqui, o treinamento tem lugar para que falhas anteriores não voltem a ocorrer.

 

  • PLANO DE TREINAMENTO

Nesse momento do planejamento, devemos considerar algumas variáveis,

tais como:

 

  • quantidade de treinamentos
  • número de funcionários
  • quais áreas precisam ser capacitadas
  • duração das capacitações
  • período no qual vão ocorrer
  • qual é o conteúdo
  • e finalmente, o custo do investimento.

Nesta etapa, é interessante criar um relatório com todas essas informações para que a execução possa ser medida e organizada. Dessa forma, todos os envolvidos nas decisões relacionadas podem ter um panorama geral sobre o que vai acontecer, em que quantidades, características e outras informações quantitativas.

 

  • EXECUÇÃO

Com tudo pensado, chegou a hora da prática! Esse momento, não menos importante, e igualmente fundamental para que todo o planejamento seja executado de forma eficiente.
Em primeiro lugar, defina quem serão os responsáveis pela implementação de cada detalhe (costuma-se delegar o controle ao RH). Depois, organize reuniões para que todos os envolvidos possam alinhar suas metas e objetivos para analisar e entender os materiais usados na capacitação. Também é importante pensar na infraestrutura necessária.

Na sequência, inicie os trabalhos de programação e divulgação. Uma vez que o treinamento corporativo tenha início, é hora de acompanhar o processo e dar todo suporte necessário para que ocorram sem problemas.

 

  • FERRAMENTA CORRETA

Estamos passando por um momento diferente de tudo aquilo que já foi vivido, tendo que nos adaptar a muitas situações e uma delas é o isolamento social, ele fez com que nos distanciássemos de amigos, família e de nossos trabalhos. Está fazendo empresas de diferentes segmentos repensar suas estratégias e apostando em um plano B para seus treinamentos. Hoje em dia existem muitas ferramentas online para falar com muitas pessoas ao vivo, como o google meet, mas procure sempre se assegurar da segurança de seus dados. Uma das plataformas para transmissão ao vivo sem limite de pessoas e com dados criptografados é a Atmo Live.

 

  • FECHAMENTO

Por fim, cabe às equipes responsáveis pelo treinamento avaliar se o mesmo foi eficiente, quais foram os principais problemas e se a metodologia foi proveitosa. Sua empresa pode usar provas e questionários para ter um feedback dos participantes, por exemplo.

 

Veja abaixo outras sugestões sobre o tema:

Como realizar eventos corporativos criativos e econômicos?
10 lições para encantar o seu cliente
Como as Transmissões Ao Vivo podem ajudar sua empresa em momentos de crise

 

Gostou do conteúdo? Compartilhe sua opinião com sua equipe e também conosco.

Se tiver dúvidas ou sugestões entre em contato com a nossa equipe.

 


Published by: Atmo Digital
Soluções em TV Corporativa, Eventos Corporativos e Digital Signage para comunicação empresarial, presencial ou a distância.